Pterígio c/ transplante conjuntival s/ sutura

 

O que é Pterígio?

Pterígio ou pterígeo é um crescimento do tecido da conjuntiva sobre a córnea. A conjuntiva é o tecido que cobre a parte branca do olho, chamada de esclera. Por algum motivo, esse tecido se espessa, fica mais vascularizado e cresce sobre a córnea, que é a parte transparente do nosso olho.

 

Olho com pterígio

O que causa o Pterígio?

O pterígio é mais comum em pacientes com muita incidência de luz solar, próximos da linha do equador, e em pessoas que trabalham expostas ao sol (pescadores, trabalhadores rurais etc). Ocorre com mais frequência em homens a partir dos 30 anos. O principal fator de risco para o surgimento do pterígio é a luz solar, mas também há um fator genético, individual. Ou seja, pessoas que ficam muito expostas ao sol, não desenvolvem o pterígio enquanto outras que morar em locais mais frios e ficam mais dentro de casa, acabam desenvolvendo essa alteração.
Qual o tratamento do Pterígio?
O tratamento do pterígio nas formas iniciais é apenas com colírios lubrificantes e/ou vasoconstritores para aliviar os sintomas e diminuir a vermelhidão. O colírio, no entanto, não afeta o crescimento do pterígio, mas quando a doença aumenta, o único tratamento possível é a cirurgia.
Como é a cirurgia? 
O principal desafio para o cirurgião do pterígio é prevenir recaídas em que ocorre o crescimento fibrovascular no limbo da córnea. A cirurgia do pterígio  é feita em centro cirúrgico, com anestesia local (ou seja, a pessoa fica acordada e não recebe anestesia geral), dura em média 15 a 30 minutos, e a pessoa vai para casa no mesmo dia e com curativo no olho. Nos primeiros dias, o olho fica vermelho e irritado mas com o uso dos colírios vai voltando ao normal em alguns dias ou semanas. 

Existem várias técnicas para a cirurgia do pterígio. Em todas elas, realiza-se a retirada total do pterígio, a diferença está no que é colocado no local onde antes havia o pterígio. Na técnica mais simples, não coloca-se nada no local. Na técnica mais atualmente utilizada coloca-se uma parte de conjuntiva retirada de outro local do olho (transplante de conjuntiva), visando diminuir a chance do pterígio voltar ou recidivar. 

 

Fonte: http://www.fisioterapiaparatodos.com/p/doencas-dos-olhos/pterigio-nos-olhos/

http://www.medicodeolhos.com.br/2011/03/pterigio-cirurgia-de-pterigio.html